Are you looking for information about offers, devices or your account?

Please choose your local Vodafone website

APP DreamLab acelera o projeto de investigação da Imperial College London sobre potenciais medicamentos e “hiperalimentos” que poderão ajudar a combater a COVID-19

Graças aos utilizadores da App DreamLab em todo o mundo, a Imperial College London completou a 1ª Fase do seu projeto de investigação Corona-AI, em apenas 6 meses. Recorrendo a esta App, a investigação avançou de forma significativamente mais rápida do que se tivesse sido realizada apenas através de métodos de investigação padrão.

Os cientistas que estiveram envolvidos neste projeto anunciaram as primeiras descobertas de investigação, incluindo a identificação de moléculas com propriedades antivirais em alimentos comuns à base de plantas, como frutos silvestres (em particular, groselhas, arandos e mirtilos), maçãs, laranjas, limões, repolhos, brócolos, cebolas, alhos, salsa e feijões.

Este estudo permitiu ainda verificar que medicamentos comuns, usados para combater distúrbios cardiovasculares e metabólicos, como a sinvastatina, artovastatina e metformina, poderiam ser potencialmente “redirecionados” também para combater a COVID-19. Estas descobertas serão analisadas, de forma mais aprofundada, nas fases seguintes deste projeto pelos cientistas, que referem ser necessária uma validação clínica de forma a avaliar qual o impacto que estas moléculas podem efetivamente ter.

O Dr. Kirill Veselkov, do Departamento de Cirurgia e Cancro da Imperial College London, coordenador do projeto Corona-AI, refere que “Embora haja, com razão, um grande foco em encontrar uma vacina para a COVID-19, nós estamos focados em encontrar formas de potencialmente ajudar as pessoas que tenham contraído este vírus, reduzindo a duração ou a severidade da doença.”

“Para os pacientes que podem não precisar de hospital, há uma necessidade crítica de se encontrar tratamento fora do hospital inovador e econômico. Esperamos que estratégias de nutrição de precisão – desenvolvidas com base em hiperalimentos fitoquimicamente ricos – possam oferecer uma solução inovadora de tratamento.”

Ajuda no combate à COVID-19

As descobertas feitas ao nível do projeto de investigação Corona-AI, por parte da Imperial College London, só foram possíveis devido aos utilizadores da App DreamLab em todo o mundo.

A DreamLab funciona através do poder de processamento coletivo dos smartphones em carregamento, criando um supercomputador virtual com capacidade de processar milhares de cálculos, acelerando a investigação e a entrega de resultados.

Desde abril do presente ano que os utilizadores da DreamLab têm a opção de utilizar o poder de processamento do seu smartphone para apoiar ou o projeto de investigação DRUGS (Fase 4), que explora potenciais ligações entre medicamentos específicos e moléculas de alimentos com as redes de genoma do Cancro, ou o projeto de investigação Corona-AI (Fase 1). Até ao momento, quase 1 milhões de utilizadores de smartphone de 17 países já fizeram download da App DreamLab para acelerar esta investigação científica.

Andrew Dunnett, Vodafone Group Director, SDGs, Sustainable Business and Foundations, refere que “Enquanto a COVID-19 continua a ser um desafio sem precedentes na nossa sociedade, a App DreamLab tem permitido que uma comunidade global de voluntários – desde clientes Vodafone a utilizadores de outras redes – possam fazer a diferença. Este é um exemplo inspirador em que as pessoas e a tecnologia unem forças para tornar o mundo um lugar melhor.”

Durante a Fase 1 do projeto Corona-AI, foram examinados milhares de medicamentos e moléculas de alimentos, recorrendo a Inteligência Artificial para processar 100 milhões de cálculos matemáticos, que ajudaram os cientistas a explorar os efeitos potenciais desses medicamentos e moléculas no combate à COVID-19.

Quando todas as fases deste projeto de investigação estiverem concluídas – estima-se como data de conclusão do projeto o mês de dezembro de 2021 – os resultados serão disponibilizados a toda a comunidade médica, de forma a facilitar os ensaios clínicos. As descobertas feitas ao nível dos alimentos poderão ser utilizadas para aconselhamento dietético de pacientes que se encontram em recuperação da COVID-19. 

Para saber mais informações sobre a App DreamLab e o projeto de investigação Corona-AI, visite a página https://www.vodafone.com/dreamlab/portugal.